Categoria: Nutrologia Esportiva

30mar

A leucina e o ganho de massa muscular

leucina

A leucina ou l-leucina é um dos aminoácidos mais importantes absorvidos pelo nosso organismo. Por fazer parte do grupo de aminoácidos essenciais, não é produzida pelo corpo e precisa ser consumida pela alimentação ou suplementação.

Dos três aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), a leucina é a que tem maior capacidade de ativar o complexo da m-TOR, o que impacta diretamente a recuperação e desenvolvimento do tecido muscular. Esse fator é ainda mais importante durante o envelhecimento, por ser uma fase que pode resultar na sarcopenia, um processo que causa desequilíbrio na formação e destruição dos músculos. Uma dieta ou uso de suplementos com altas quantidades desse aminoácido pode auxiliar na manutenção de um corpo saudável, principalmente para os idosos.

Consumi-la de forma isolada promove uma absorção mais rápida, mas é sempre necessário associar ao consumo de alimentos ricos em leucina, que incluem a carne, o leite, ovos, castanhas, feijão, trigo integral e a soja para manter os ganhos esperados.

Existem outros benefícios que a leucina pode trazer para a nossa saúde:
– Estimula a produção de novas proteínas;
– Aumenta a energia durante o treino;
– Diminui o estresse muscular.

É importante ter o acompanhamento de um médico que possa analisar o seu organismo e todas as suas particularidades antes de iniciar uma suplementação ou dieta.

01ago

Você conhece os benefícios do BCAA para o corpo?

bcaa

O BCAA, que é um composto de três aminoácidos de cadeia ramificada, a L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina, é um tipo de suplemento que auxilia a recuperação muscular e a síntese proteica (juntamente com a insulina).

Esportistas e praticantes de atividades físicas são os principais utilizadores do BCAA, pois além dos efeitos reparadores, são beneficiados pelo aumento de massa muscular através da absorção de aminoácidos e outros nutrientes, melhorando também o desempenho ao permitir uma maior entrada de glicose nas células.

Seu papel, antes e depois do treino, é importante para evitar que o organismo retire aminoácidos presentes nos músculos para suprir a demanda de energia, o que pode resultar em perda de massa magra.

O excesso ou ingestão imprópria de suplementos pode trazer danos à saúde, portanto procure um profissional que possa fazer um acompanhamento e fornecer instruções adequadas às individualidades do seu organismo.

15jul

A relação do pré-treino com a fadiga muscular

fadiga

A fadiga muscular geralmente acontece quando o indivíduo pratica um esforço físico maior do que o normal. Como os músculos não estão acostumados com a atividade, eles ficam cansados, o que é refletido em dores e indisposição.

Para superar esses sintomas, extremamente desagradáveis para quem está sempre querendo superar limites, muitos atletas fazem uso de suplementos conhecidos como “pré-treino”, que contêm substâncias estimulantes, como a cafeína, creatina e, principalmente, a beta-alanina. 

Como esses suplementos atuam? Eles servem para equilibrar os níveis de carnosina, presente nas fibras musculares de rápida contração, em relação a produção de ácido lático (causador de fadiga muscular dolorosa).

É importante também conhecer os limites do corpo e ter acompanhamento de um profissional que possa definir o planejamento de exercícios de acordo com sua individualidade.

24jun

A relação da alimentação com a esteatose hepática

hipertrofia

A hipertrofia é o aumento da massa muscular devido a prática de atividades físicas associada a ingestão de proteínas. Uma dieta normal e variada pode auxiliar na reposição de energia e construção do músculo, mas o uso de suplementos protéicos pode acelerar esse processo.

É importante lembrar que a suplementação deve estar sempre associada ao acompanhamento de um profissional, e o seu consumo acima do normal ou de forma indiscriminada pode levar ao acúmulo de gordura e problemas renais. 

Alguns alimentos que são ricos em proteína, como ovos, leite, queijo, iogurte, carne de frango e peixes são boas opções para incluir na rotina alimentar, pois ainda ajudam a evitar lesões e recuperam o tecido muscular.

27jan

Melhora no desempenho esportivo: saiba como um nutrólogo pode ajudar você.

como-melhorar-o-desemprenho-esportivo-nutrologia-3

Vida com mais saúde.

 

A nutrologia é uma especialidade da medicina que pesquisa as funções normais dos nutrientes no organismo e na fisiopatologia. Ela atua no diagnóstico e tratamento das doenças primárias e secundárias que envolvem os distúrbios dos nutrientes.

Dentro do campo da nutrologia, encontramos a nutrologia esportiva, que estuda a influência do tipo de trabalho muscular na performance física.

O sucesso do desempenho esportivo passa por uma combinação entre vontade, treinamento e uma genética favorável. A importância dos nutrientes como um fator que contribui para o sucesso durante os treinos e competições tem sido reconhecida durante décadas.

No dias de hoje, é muito comum o atleta fazer uso de algum tipo de suplemento, seja ele um atleta profissional ou amador, sempre tentando buscar uma melhora na sua performance.

É aí que entra o papel do nutrólogo, que chega para auxiliar esse atleta através de uma avaliação precisa, indicando a dose, a hora certa, qual o tipo de suplemento ou quais as misturas específicas de suplementos é preciso utilizar para que ele alcance melhores resultados.

“O principal problema hoje entre os esportistas não é o desequilíbrio de nutrientes pré ou pós treino, mas, sim, a escolha de hábitos alimentares sem embasamento científico. O corredor, por exemplo, pesquisa sobre um alimento na Internet e assume aquilo como verdade absoluta, incluindo-o sem moderação ou eliminando-o completamente de sua dieta”, revela Milton Mizumoto, da Associação Brasileira de Nutrologia.

A avaliação feita pelo nutrólogo esportivo abrange, dentre outros: exames hormonais e metabólicos, exames de bioimpedância (que serve para medir a porcentagem de gordura corporal e massa muscular) e exames de calorimetria, para fazer a medição do metabolismo e saber o quanto de energia é necessário suplementar.

Com o auxílio desses exames específicos, somados à avaliação clínica, o especialista pode identificar os excessos e carências da rotina dietética do paciente que influenciam diretamente o seu rendimento no esporte. É claro que, tudo vai depender do diagnóstico encontrado.

A nutrologia consegue agir tanto no processo de emagrecimento, como também na hipertrofia do atleta, fazendo com que ele, juntamente com o treino elaborado pelo seu educador físico e as orientações e acompanhamento do nutrólogo, aumente a sua capacidade de explosão, bem como sua definição e força muscular.

Para entender um pouco mais sobre o que a nutrologia pode fazer por você, clique aqui ou agende a sua consulta.

 

Contato

  • 81 3877-9449
  • 81 99853-0412
  • 81 99926-6601
  • contato@vitallemedicina.com