Categoria: Emagrecimento

01ago

Você conhece os benefícios do BCAA para o corpo?

bcaa

O BCAA, que é um composto de três aminoácidos de cadeia ramificada, a L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina, é um tipo de suplemento que auxilia a recuperação muscular e a síntese proteica (juntamente com a insulina).

Esportistas e praticantes de atividades físicas são os principais utilizadores do BCAA, pois além dos efeitos reparadores, são beneficiados pelo aumento de massa muscular através da absorção de aminoácidos e outros nutrientes, melhorando também o desempenho ao permitir uma maior entrada de glicose nas células.

Seu papel, antes e depois do treino, é importante para evitar que o organismo retire aminoácidos presentes nos músculos para suprir a demanda de energia, o que pode resultar em perda de massa magra.

O excesso ou ingestão imprópria de suplementos pode trazer danos à saúde, portanto procure um profissional que possa fazer um acompanhamento e fornecer instruções adequadas às individualidades do seu organismo.

01jul

A diferença de músculos e gordura na sua composição corporal

composição

Conhecer a sua composição corporal é importante para mostrar e quantificar o que constitui o organismo, como ossos, gordura, músculos, água, minerais, proteínas e outros.

A composição também pode ser dividida em massa magra (proteínas, água e minerais) e massa gorda (gordura).

O indivíduo, ao iniciar a dieta com prática de exercícios, pode achar que os resultados não são positivos se o seu peso não mudar. Na realidade, ele está desenvolvendo músculos, e essa diferença não é facilmente percebida na balança.

A gordura ocupa mais espaço no corpo, mesmo que o peso seja igual ao da massa muscular. Por isso, não se deve utilizar apenas esse parâmetro para analisar seu corpo. É até comum existirem pessoas “magras” com problemas de flacidez, celulites e gorduras localizadas, podendo ter diabetes e até doenças cardiovasculares.

Para manter os componentes em níveis benéficos para a saúde, além de ter atenção na quantidade e qualidade de comida ingerida e praticar exercícios, é importante o acompanhamento de um profissional, que irá levar em consideração todas as suas particularidades antes de montar um planejamento.

22jun

Você sabe o que é dietoterapia?

dietoterapia

Bem diretamente, dietoterapia é o tratamento de doenças através da alimentação. Também conhecida com Terapia Clínica Nutricional, ela compreende uma série de cuidados nutricionais, buscando oferecer ao paciente os nutrientes certos, nas quantidades adequadas.

O que muitas pessoas acabam esquecendo é que uma alimentação desbalanceada pode, aos poucos, ocasionar uma grande variedade de distúrbios no organismo. Num primeiro momento, lembramos logo dos casos de hipertensão, diabetes e algumas doenças intestinais, por exemplo.

Mas até doenças que parecem não possuir nenhuma relação com os hábitos alimentares podem ser ocasionadas por estes, como a fadiga crônica, distúrbios hormonais e até insuficiência renal.

Por isso, é muito importante que sua alimentação seja equilibrada, pois quadros considerados graves podem ser tratadas com algumas modificações em sua dieta, orientadas por médicos especializados em nutrologia.

23fev

Síndrome metabólica: você sabe o que é?

síndrome metabólica

Anteriormente chamada de Síndrome X, a Síndrome Metabólica é uma associação de doenças (obesidade, pressão alta, alteração de colesterol, glicemia e triglicérides) capazes de aumentar o risco de problemas cardiovasculares, diabetes e vasculares periféricos.

A síndrome metabólica tem como base a resistência à insulina, mas também pode ocorrer devido ao surgimento de Diabetes Tipo 2. A síndrome prevalece com o aumento da faixa etária.

O número de casos na faixa dos 50 anos é duas vezes maior que aos 30 ou 40 anos. É mais comum a manifestação no sexo masculino, no entanto, mulheres com ovários policísticos também estão sujeitas a síndrome metabólica, mesmo sendo magras.

Infelizmente, é um pouco difícil reconhecer a doença, já que ela não provoca sintomas. Porém, como a obesidade é o fator que costuma desencadear o aparecimento do problema, manter uma atividade física regular e procurar seguir uma dieta adequada são as primeiras medidas necessárias para reverter o quadro.

Em casos mais graves, quando existem fatores de risco de difícil controle, o uso de medicação se faz fundamental para avaliar e orientar cada caso especificamente.

O diagnóstico da síndrome metabólica é feito através de exames de sangue, exame físico e da medição da pressão arterial.

Para identificar previamente a instalação de possíveis fatores de risco, é importante que você passe por uma avaliação médica regularmente, mesmo que não esteja acima do peso.

Para receber este e mais outros conteúdos exclusivos, assine a nossa newsletter!

27jan

O que você realmente sabe sobre obesidade?

obesidade-o-que-voce-sabe-sobre

O que você sabe sobre obesidade?

 

Algumas pessoas podem achar que ser saudável é difícil e custa caro. Uma latinha de refrigerante, por exemplo, sai mais em conta do que um suco natural. E qual dos dois encontramos mais facilmente fora de casa?

Com a correria do dia a dia, os horários de alimentação ficam mais restritos e podemos ficar grandes períodos sem comer. Ao mesmo tempo, o sedentarismo toma conta da nossa vida e a atividade física regular passa bem longe da nossa rotina.

Maus hábitos alimentares e a ausência da prática de exercícios podem ser uma das causas da obesidade. Porém, o excesso de peso pode estar ligado ao patrimônio genético do paciente (é possível ver famílias inteiras de obesos) ou a disfunções endócrinas.

A obesidade pode desenvolver uma série de doenças, como: artrite, refluxo esofágico, hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes, tumores de vesícula ou de intestinos. Além de mexer com fatores psicológicos, como depressão e baixa autoestima.

O paciente que está acima do peso pode se encaixar em um dos seguintes estágios:

  • Sobrepeso: quando o corpo possui uma gordura um pouco acima do normal para uma vida saudável;
  • Obesidade: quando o acúmulo de gordura é muito acima do normal, sendo possível gerar grandes problemas de saúde;
  • Obesidade mórbida: quando o Índice de Massa Corporal (IMC) ultrapassa o valor de 40. Nesse último caso, é recomendável até uma cirurgia bariátrica.

A obesidade já é considerada uma epidemia mundial. O Brasil tem cerca de 18 milhões de pessoas obesas. Podendo chegar a 70 milhões se somado ao total de indivíduos considerados acima do peso.

Como uma doença crônica que mata milhares de pessoas no mundo, o problema muitas vezes precisa ser tratado com medicamentos.

Porém, a proibição da comercialização dos remédios anti-obesidade, feito em 2011, vem desencadeando graves conseqüências para a população.

“Nos Estados Unidos existem sete medicamentos para emagrecer à disposição dos médicos e da população. Hoje, no Brasil, temos apenas dois”, Dr. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Quem está acima do peso, além de sofrer com as questões estéticas, também tem que suportar problemas no meio social.

Já foi comprovado que relacionamentos sociais e amorosos são menos freqüentes entre obesos, uma vez que devido à diminuição da autoestima, eles acabam saindo menos de casa.

Contudo, quando já existe uma relação, a obesidade pode interferir no relacionamento sexual. A explicação é que ela está diretamente relacionada à redução da testosterona, o que acarreta em problemas de ereção nos homens e redução de libido.

Já o público feminino pode sofrer com o aumento de pêlos, redução de fertilidade e irregularidade menstrual.

A boa notícia é que, com a perda de peso na ordem dos 10%, a chance desses problemas se resolverem são bem grandes. O tratamento da doença vai desde remédios e cirurgias a mudanças de hábitos.

A obesidade, apesar de ser uma doença de difícil tratamento, pode ser controlada. Basta você ir atrás de um profissional preparado e que vai te auxiliar a perder peso de forma saudável, gradual e duradoura.

 

25jan

A Nutrologia e os benefícios de uma vida longa e saudável

banner1

 

O prazer de se alimentar de forma saudável: essa é a essência da finalidade trazida pela nutrologia.

Como uma especialidade da medicina que avalia os males e benefícios trazidos pela ingestão dos nutrientes, a nutrologia vem com a proposta de manter a saúde e reduzir os riscos de doenças, contribuindo na promoção de uma longevidade saudável aliada a uma melhor qualidade de vida.

Os nutrientes são os componentes dos alimentos, como: carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais, indispensáveis para a realização das nossas funções vitais.

As doenças nutricionais são várias e envolvem desde as mais simples, como anemia e carência de vitamina A, até às condições mais complexas, como obesidade, câncer, hipertensão arterial e osteoporose.

Nutrólogo x Nutricionista

 

nutrologia-versus-nutricao-2

A maior diferença entre esses dois profissionais é a formação acadêmica. O profissional de Nutrologia é formado em medicina, se especializando em Clínica Médica e depois em Nutrologia, totalizando em quase 10 anos de dedicação para atuar nesta área.

Essa formação, além de possibilitar o diagnóstico das deficiências e excessos no organismo, orienta sobre uma alimentação mais equilibrada e receita medicamentos, caso necessário.

O nutricionista é o profissional formado em Nutrição. Ele não pode receitar medicamentos, mas é dele a função de prescrição dietética, ou seja, montar os cardápios corretos para cada metabolismo.

É um profissional importante na composição da equipe multidisciplinar de saúde e, assim como o educador físico, é muito importante na abordagem ampla do tratamento de obesidade e sobrepeso, por exemplo.

Atuação e abrangência do Nutrólogo

 

nutrologia-o-que-e

O nutrólogo, através do acompanhamento nutricional do paciente e por meio da avaliação de exames diagnósticos, tanto identifica possíveis “desvios” alimentares, hábitos de vida ou estados orgânicos que estejam contribuindo para aquele quadro nutricional do paciente, como também será capaz de apontar precocemente possíveis desequilíbrios nutricionais.

A nutrologia esclarece ao paciente quais são as substâncias benéficas e maléficas presentes nos alimentos, de modo que ele passe a ter autonomia e saiba fazer suas próprias escolhas alimentares para viver mais e melhor.

Essas novas escolhas vão propor uma total mudança no seu comportamento alimentar, influenciando, assim, seus mecanismos regulatórios endógenos, contribuindo para o tratamento e prevenção de doenças, além de evitar a recorrência de quadros já tratados previamente.

Se você tem doenças ou sintomas de obesidade, alergias alimentares, diabetes, hipertensão, perda de memória e concentração, osteoporose, insônia, perda de libido, sistema imunológico fraco, problemas cardíacos, queda de cabelos, flacidez muscular ou qualquer outro problema de saúde que queira eliminar ou até prevenir, para ter uma vida longa e de qualidade, está mais que na hora de procurar um Nutrólogo!

 

Contato

  • 81 3877-9449
  • 81 99853-0412
  • 81 99926-6601
  • contato@vitallemedicina.com